Respostas a requerimentos de Dé Potranca são dadas mas com um ”mal entendido” segundo ele

José de Fátima Rodrigues (PSDB), o Dé Potranca, nos meses de maio e junho assumiu em três sessões ordinárias, na condição de suplente, a cadeira do vereador Afonso Basile Neto (PSC), o Afonsinho, que havia pedido licença. Naquele  curto período de vereador , Dé apresentou requerimentos considerados até pelos colegas da Casa como consistentes e muito significativos. Neste mês de julho, o prefeito, o prefeito Carlos Augusto Turelli, o Calá, respondeu às proposituras elaboradas  pela  Câmara no último mês do primeiro semestre legislativo e Dé observou o que chamou de “mal entendido” em uma das respostas.

Na sessão ordinária de 4 de junho, o vereador apresentou o Requerimento 118/12, através do qual pediu ao Executivo,” estudos necessários no sentido de construir ou adquirir uma nova sede para a Guarda Municipal, aprimorando assim o patrimônio público e atendendo a um órgão que merece melhor atenção”, e justificou, “o prédio que sedia a Guarda Municipal, na rua Irmãos Abdelnur, atualmente, é praticamente centenário, mas não necessariamente por isso que ele deixaria de servir a este órgão, pois poderia ser antigo mas bem conservado. O problema é que o referido imóvel, alugado pela prefeitura, encontra-se com sérios sinais de deterioração, algo que o inviabiliza a ser sede de qualquer organismo que seja. Além disso tudo é necessário à Guarda uma sede mais funcional, com melhores condições de uso para a guarnição”.  Na resposta o prefeito explica que  “A Secretaria de Obras e Habitação informa que a Guarda Municipal já tem duas sedes e está sendo realizado estudo para uma terceira sede”.

Esta resposta, para Dé, não ten a ver com o que pediu, “Eu não pedi uma terceira sede. Se a prefeitura quiser é bom, não sou contra, mas o que pedi foi a construção ou aquisição para substituir o que está no velho casarão da rua Irmãos Abdelnur, pois o prédio está deteriorado, e o órgão merece um local melhor para ser sua sede principal. Quero considerar esta resposta como um mal entendido e espero outra  para a reivindicação da forma que pedi  em meu requerimento”, explicou.

 

  As respostas para outros requerimentos apresentados por Dé foram as seguintes:

-Sobre reforma do campo de malha no campo da vila Nova: “A Secretaria de Obras e Habitação informa que a reforma do espaço do jogo de malhas existente faz parte de um projeto mais amplo a ser implantado no campo da vila Nova, cujos   recursos estão sendo reivindicados por esta administração”.

-Sobre refeição para os motoristas de ambulâncias que trabalham aos finais de semana e feriados, de plantão na Guarda Municipal: “A  Guarda Municipal concorda que realmente os motoristas das ambulâncias que ficam subordinados à Guarda Municipal , nos finais de semana, muitas vezes não tem tempo de fazer suas refeições por conta da correria e concorda que seja permitido que os mesmos possam fazer suas refeições no hospital. Vamos entrar em contato com a Santa Casa solicitando autorização”.